Publicações

05/04/17

XX CONGRESSO PAULISTA DE DIREITO NOTARIAL

Nos dias 31/03 e 01/04, no Sheraton São Paulo WTC Hotel, em São Paulo, ocorreu o XX Congresso Paulista de Direito Notarial, evento promovido pelo Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB-SP) e voltado a notários.
Abaixo um pouco sobre cada tema abordado:

O PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR: O palestrante Des. Ricardo Henry Marques Dip, presidente da Seção de Direito Público do TJ/SP, explanou sobre a responsabilidade disciplinar dos notários e registradores, colocando que responder administrativamente desde que tenha agido com dolo ou culpa. Dividiu opiniões também com os participantes Dr. Fernão Borna Franco, Juiz Titular da 14º Vara da Fazenda Pública da Capital; Dr. Josué Modesto Passos, Juiz Assessor do TJ/SP e Dr. Marcelo Benacchio, Juiz Titular da 2ª Vara de Registros Públicos da Capital.

ATIVIDADE NOTARIAL NO CONTEXTO DIGITAL: O palestrante Prof. Ronaldo Lemos, advogado, professor e pesquisador brasileiro, especialista em tecnologia, mídia e propriedade intelectual, explanou sobre como a tecnologia mudou a comunicação entre as pessoas. “Hoje não se usa mais o “telefone” celular, mas a troca de dados”, por meio de tecnologias como whatsapp, google, snapchat, etc. Com a internet das coisas, caminha-se para conectar “coisas” como geladeiras, cadeiras, carros, tudo vai virar “smart”. Explanou sobre o uso da tecnologia no setor público, citando exemplos de uso, como em Washington, D.C., que criou um site, onde estimula o cidadão a dar uma nota para os serviços como Saúde, Saneamento, Energia, etc. Também foi citado o exemplo de Chicago que possui um sistema de monitoramento em tempo real com dados sobre homicídios, fazendo que o setor de segurança pública, priorize o combate ao crime em alguns bairros. Citou ainda o Bitcoin (moeda digital utilizada na internet) e Blocktain (Banco de Dados distribuído com consenso da rede mundial, com garantia de integridade de informações), tecnologia que pode promover a transparência e reduzir brechas de segurança e que vem sendo utilizado cada vez mais pelo mundo. O valor de 1 bitcoin estava cotado em 3.000 reais. Atualmente o mercado movimenta US$ 10 bilhões.

MÍDIAS SOCIAIS E O IMPACTO NO TRABALHO E NO COTIDIANO: O palestrante Prof. Dr. Luiz Felipe Pondé, filósofo e escritor brasileiro, Dr. pela Universidade de Paris e pela USP, explanou sobre a incerteza que vivemos no mundo de hoje, alavancado em 2016, por conta da eleição do Trump, da Brexit, etc Também em 2016 a “Era da Pós-verdade” foi eleita a palavra do ano, propagando que ninguém tem certeza do que está acontecendo de fato, e as mídias sociais são os motores dessas informações falsas. Segundo o Prof., o “mundo nunca foi tão controlado”, ao contrário do que as pessoas acham.

ASPECTOS PRÁTICOS DO APOSTILAMENTO E DA USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL: Palestra ministrada pelo presidente do CNB/CF e 26º Tabelião de Notas da Capital, Paulo Roberto Gaiger Ferreira; pela diretora do CNB/SP e 17º Tabeliã de Notas da Capital; e pela Oficial de Registro de Imóveis de Votorantim, Naila de Rezende Khuri e que discutiram inúmeras questões de ordem prática.

Fonte: NúcleoBR

Publicações relacionadas

05/04/17

XX CONGRESSO PAULISTA DE DIREITO NOTARIAL

Nos dias 31/03 e 01/04, no Sheraton São Paulo WTC Hotel, em São Paulo, ocorreu o XX Congresso Paulista de Direito Notarial, evento promovido pelo Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB-SP) e voltado a notários.
Abaixo um pouco sobre cada tema abordado:

O PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR: O palestrante Des. Ricardo Henry Marques Dip, presidente da Seção de Direito Público do TJ/SP, explanou sobre a responsabilidade disciplinar dos notários e registradores, colocando que responder administrativamente desde que tenha agido com dolo ou culpa. Dividiu opiniões também com os participantes Dr. Fernão Borna Franco, Juiz Titular da 14º Vara da Fazenda Pública da Capital; Dr. Josué Modesto Passos, Juiz Assessor do TJ/SP e Dr. Marcelo Benacchio, Juiz Titular da 2ª Vara de Registros Públicos da Capital.

ATIVIDADE NOTARIAL NO CONTEXTO DIGITAL: O palestrante Prof. Ronaldo Lemos, advogado, professor e pesquisador brasileiro, especialista em tecnologia, mídia e propriedade intelectual, explanou sobre como a tecnologia mudou a comunicação entre as pessoas. “Hoje não se usa mais o “telefone” celular, mas a troca de dados”, por meio de tecnologias como whatsapp, google, snapchat, etc. Com a internet das coisas, caminha-se para conectar “coisas” como geladeiras, cadeiras, carros, tudo vai virar “smart”. Explanou sobre o uso da tecnologia no setor público, citando exemplos de uso, como em Washington, D.C., que criou um site, onde estimula o cidadão a dar uma nota para os serviços como Saúde, Saneamento, Energia, etc. Também foi citado o exemplo de Chicago que possui um sistema de monitoramento em tempo real com dados sobre homicídios, fazendo que o setor de segurança pública, priorize o combate ao crime em alguns bairros. Citou ainda o Bitcoin (moeda digital utilizada na internet) e Blocktain (Banco de Dados distribuído com consenso da rede mundial, com garantia de integridade de informações), tecnologia que pode promover a transparência e reduzir brechas de segurança e que vem sendo utilizado cada vez mais pelo mundo. O valor de 1 bitcoin estava cotado em 3.000 reais. Atualmente o mercado movimenta US$ 10 bilhões.

MÍDIAS SOCIAIS E O IMPACTO NO TRABALHO E NO COTIDIANO: O palestrante Prof. Dr. Luiz Felipe Pondé, filósofo e escritor brasileiro, Dr. pela Universidade de Paris e pela USP, explanou sobre a incerteza que vivemos no mundo de hoje, alavancado em 2016, por conta da eleição do Trump, da Brexit, etc Também em 2016 a “Era da Pós-verdade” foi eleita a palavra do ano, propagando que ninguém tem certeza do que está acontecendo de fato, e as mídias sociais são os motores dessas informações falsas. Segundo o Prof., o “mundo nunca foi tão controlado”, ao contrário do que as pessoas acham.

ASPECTOS PRÁTICOS DO APOSTILAMENTO E DA USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL: Palestra ministrada pelo presidente do CNB/CF e 26º Tabelião de Notas da Capital, Paulo Roberto Gaiger Ferreira; pela diretora do CNB/SP e 17º Tabeliã de Notas da Capital; e pela Oficial de Registro de Imóveis de Votorantim, Naila de Rezende Khuri e que discutiram inúmeras questões de ordem prática.

Fonte: NúcleoBR

Publicações relacionadas

Todos os direitos reservados ao autor 2016.
Todos os direitos reservados ao autor 2016.
Fechar